• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
05 setembro 2015

Resenha: 172 horas na lua , Johan Harstad


172 Horas na Lua

Título: 172 HORAS na lua
Autor: Johan Harstad
Editora: Novo Conceito
Ano: 2015
Páginas: 285
Gênero: Ficção Científica/Suspense
Sinopse:"O ano é 2018. Quase cinco décadas desde que o homem pisou na Lua pela primeira vez.Três adolescentes comuns vencem um sorteio mundial promovido pela NASA. Eles vão passar uma semana na base lunar DARLAH 2 - um lugar que, até então, só era conhecido pelos altos funcionários do governo americano.Mia, Midore e Antoine se consideram os jovens mais sortudos do mundo. Mal sabem eles que a NASA tinha motivos para não ter enviando mais ninguém à Lua.
Eventos inexplicáveis e experiências fora do comum começam a acontecer...
Prepara-se para a contagem regressiva."


ASSUSTADOR.INQUIETANTE. NAO RESPIRE. Você faria uma viagem a lua, se fosse sorteado entre bilhares de adolescentes no mundo?

O livro "172 horas na Lua" é um dos lançamentos de julho da Editora Novo Conceito e começar a lê-lo foi bom, mas quando a história começou a se desenrolar, não consegui mais parar, só pude continuar e embarcar numa viagem que talvez minha sã consciência não teria mais volta. Em 2018, quando a NASA cria uma equipe de astronautas para a lua, o objetivo é sortear 3 adolescentes de 14 á 18 anos no mundo inteiro, que seriam submetidos a testes físicos, psicológicos. Tudo para prepara-los a uma viagem para o lugar que permeia a curiosidade do mundo: a Lua.

"Todo mundo disse que a viagem à Lua seria a maior oportunidade da vida deles... Mas quem pode realmente saber o que existe lá fora?"

Segundo a organização, a expedição tem como objetivo novas pesquisas no solo lunar e para uma maior visibilidade e financiamento para essa viagem, mandam 3 adolescentes para a lua. Porém, ao chegar lá nada acontece como esperado e alguns mistérios os rodeiam.

A Mia é uma norueguesa vocalista de uma banda própria, cujo maior sonho é ser reconhecida no mundo por suas músicas. Contra a sua vontade, ela é escolhida para ir a lua e depois acaba indo, pois pensa que ficará reconhecida pelo mundo todo e poderá promover a banda. Midori é uma japonesa que deseja conhecer o mundo. Antoine é um garoto francês que teve o coração partido pela ex-namorada, querendo fugir do seu sofrimento e sumir.

A narração acontece em terceira pessoa, abordando os pontos de vistas de todos os personagens.Quanto a diagramação, está incrível. Todo o trabalho com as imagens reais, fotos, fazendo-nos sentir que estamos naquela expedição. Além, de abordar fatos históricos como as construções das naves, as missões Apollo, a disputa espacial de EUA x URSS na Guerra Fria.

O ritmo de leitura é fluido, leve e o suspense EXISTE em todas as páginas. Um suspense young adult que relacionará os sentimentos dos três adolescentes, suas razoes e desejos por tal viagem.  O desfecho da obra é incrível, nunca me senti tão perturbada e questionada quanto ao final.

Não sei como esse livro ainda não teve os direitos de adaptação comprados para cinema. A trama é a mais perturbadora até o fim. Cada vez que eu lia um capitulo, não sabia o que ia acontecer e quando achava, errava feio. Totalmente imprevisível, inesperado e prepare-se para sentir medo. Se você admira a Lua, passará a ve-la de outra forma depois de ler esse livro.RECOMENDADO !

"Não conseguia se livrar do pensamento incômodo de que a visão da noite anterior fora um sinal. Um sinal de que ele deveria ficar longe dos céus. Um sinal de que lá em cima era perigoso." 

NOTA:  ★★★


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário