• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
15 setembro 2015

Resenha: Eu, você e garota que vai morrer - Jesse Andrews

Eu, Você e A Garota Que Vai Morrer
Título: Eu, Você e a Garota Que Vai Morrer
Autor: Jesse Andrews
Editora: Fábrica231
Páginas: 288
Ano: 2015
SinopseLivro que deu origem ao filme vencedor do Festival Sundance 2015, nas categorias Público e Crítica, com estreia marcada para 12 de junho nos EUA, Eu, você e a garota que vai morrer é uma mistura perfeita entre drama e humor e um retrato preciso da adolescência em face do amadurecimento. Na trama, Greg tem apenas um amigo, Earl, com quem passa o tempo livre jogando videogame e (re)criando versões bastante pessoais de clássicos do cinema, até a sua mãe decidir que ele deve se aproximar de Raquel, colega de turma que sofre de leucemia. Contrariando todas as expectativas, os três se tornam amigos e vivem experiências ao mesmo tempo tocantes e hilárias, narradas com incrível talento e sensibilidade. Crossover com enorme potencial no segmento young adult, o romance é perfeito para fãs de livros e filmes como A culpa é das estrelas e As vantagens de ser invisível.

Um dos livros mais comentados no mundo literário recentemente e que também virou adaptação cinematografica , e mais com essa capa linda e colorida, fiquei com mais vontade de ler.

A história é contada por Greg, um adolescente que quer terminar o ensino médio sem ser notado pelos outros. Tenta ser invisível e não fazer parte de grupos no colégio, ficando no seu canto. Tem apenas um amigo, o Earl, que é mais seu parceria de releituras de filmes e filmagens armadoras. Porém, seu plano de invisibilidade é estragado pela Rachel, uma antiga "amiga", que está com câncer e de tanto sua mãe lhe encher , ele resolve se aproximar dela de novo.

Não direi mais nada do livro para não dar spoilers que poderiam estragar sua leitura. Mas, ao ler o titulo eu tinha uma concepção que o livro podia seguir o romance de "A culpa é das estrelas", mas foi algo diferente. O senso de humor do livro é forte e temos partes reflexivas, retratadas por um adolescente tímido e retraído. Tudo é narrado em primeira pessoa e o Greg escreve seu próprio livro como um diário, contando tudo sobre sua vida e os fatos que vão cerca-la futuramente.

Greg é o anti-herói por assim dizer: odeia a escola, é um babaca, e as vezes insensível. Porém, ele é autocritico e tem um humor de tirar sorrisos. A capa está perfeita, a diagramação muito boa, os capítulos são curtos e rápidos e as narrativas variam de listas, tópicos e diálogos. Jesse Andrews fez uma escrita sincera e com um humor entrelaçado na história, expondo os dramas de adolescentes, sem idealiza-lo demais.

Li esse livros em poucas horas e foi algo tão divertido de ler, sem aquela sensação de clichê. Porém, não foi um livro INCRÍVEL, mas um legal e bom, que pode ser bem reflexivo. Só esperando o filme lançar aqui no Brasil para tentar acrescentar outra estrelinha a esse livro.


      

NOTA : ★ 


divulgar

1 comentário


Comentário(s) pelo Facebook:

Um comentário:

  1. Adorei a resenha! Estou querendo esse livro a algum tempo, mas sempre fiquei na dúvida se comprava ou não. Admito que queria ele só pela capa! Bom saber que é um livro leve, rápido e diferente de ACEDE, pois apesar de ter a mesma temática, ser a mesma coisa seria cansativo.
    Beijos <3

    mundodeleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir