• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
05 outubro 2015

Resenha:Á procura de Audrey - Sophie Kinsella


À Procura de Audrey

Título: À Procura de Audrey
Autora Sophie Kinsella 
Editora: Galera Record
Páginas: 334
Ano:2015
Sinopse: Audrey, 14 anos, leva uma vida relativamente comum, até que começa a sofrer bullying na escola. Aos poucos, a menina perde completamente a vontade de estudar e conhecer novas pessoas. Sem coragem de sair de casa e escondida por um par de óculos escuros, a luz parece ter mesmo sumido de sua vida. Até que ela encontra Linus e aprende uma valiosa lição: mesmo perdida, uma pessoa pode encontrar o amor.

A rainha do chick lit fez um dos melhores YA do ano: um romance sobre família, amor e depressão.

Audrey, de 14 anos é uma adolescente quase comum, mas sofreu tanto bullying que começa a usar óculos escuros, a ter medo de fazer contato com qualquer pessoa que não seja da família, sair de casa. Sempre com seus óculos no seu escritório escuro, ela se fecha. Porém, quando um amigo do seu irmão, Frank chega a conviver mais na casa da família, ela percebe que o amor pode encontra-la mesmo na escuridão e Linus pode ser o responsável por isso.

"Episódios. Como se depressão fosse um seriado de comédia com um bordão engraçado. Ou um box de série com um suspense diferente para cada final de temporada."

Sua mãe é obcecada em Daily Mail, um jornal diario. Seu irmão mais novo tem 4 anos e o outro , Frank é viciado em videogames, principalmente no Loc( Land Of Conquerors) e entre todos, o mais equilibrado é seu pai, que vive trabalhando com seu blackberry, sendo neutro nas decisões da casa. 
Audrey por nao frequentar a escola vive assistindo TV no seu escritorio, faz terapia e logo no inicio podemos conhecer um pouquinho de sua vida. Além de nao sair de casa, nao conseguir olhar nos olhos das pessoas, ela perdeu sua confiança e sempre se acha idiota, burra e começa a se odiar por tal ação.

 Mas, Linus,amigo e parceiro de videogame do seu irmão a conquistará de tal forma, que mudará o jeito que ela vê o mundo. Começa com bilhetes, depois com conversas, mensagens e toque, até o ponto que ela gosta tanto dele que vence sua doença por certos momentos.

"Eu acho que o que eu percebi é o seguinte, a vida é feita de subidas, e então você escorrega, e levanta de novo. E não importa se você escorrega. Contanto que você esteja indo mais ou menos pra cima. Isso é tudo o que você pode querer. Mais ou menos pra cima."

Passei a ficar apaixonada por Linus, sua atenção com Audrey,ajudando-a  superar seus medos, a encarar a realidade e a mostrar a fortaleza que existe em si mesma.

 A única coisa que não ficou evidente foi o que ocasionou o transtorno de ansiedade da Audrey, que até agora não entendi. Á  procura de Audrey foi mais do que se apaixonar pela escrita de Sophie Kinsella. Com uma boa dose de humor, realidade , você vai querer superar seus medos e dificuldades ao acompanhar a Audrey em seu documentário sobre sua vida. Chamando atenção para o que o bullying pode fazer com alguém, Sophie trabalha bem com o perfil psicológico de Audrey, mostrando o quanto mal lhe fizeram e o que ela se tornou.

"Não vai ser para sempre. Vai ficar no escuro pelo tempo que precisar, então vai sair."

NOTA:  ★★★★ ♥



divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário