• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
08 outubro 2015

Texto: Vivo ou morto?

agradecendo-thankful-vida

Minhas condolências ao seu sofrimento, mas acredite, melhor derramar lágrimas do que reprimir aquela gritaria interna em você. Preciso que queira me querer, que pegue meus cabelos e se você quiser, puxe bem. Solte a raiva. Chora. Esperneia. Grita. Urra. Xinga. Porque naqueles dias, não só as mulheres, mas homens também choram. Vai fingir que não fica triste, que na fila do banco não fica irritado, que quando uma gripe te pega de jeito você fica mais apegado a cama do que a sorrisos .

 Não desculpo. Nem me desculpo. Tudo bem ficar louco de vez em quando, agir como lunático, querer jogar tudo para o alto. Fingir alegria e não sentir coisa alguma. Dizer adeus, querendo pedir na verdade, que volte. Não dizer que ama alguém, porque sua cabeça diz que você não vai ser correspondido. E daí? Seu eu te amo pode mudar tudo e não mudar nada. Aposta.

 Joga na loteria. Sai sem rumo por uma hora, por um dia. Escuta aquela música que sua amiga te mandou, que seu amigo mandou para te zoar. Escreve, seja uma palavra, uma frase ou nada. Faça caras e caretas. Brinca. Joga as coisas na parede. Bata a porta.

Diga tudo.
Não diga nada.
Cala a boca.
Não calo.
 Me deixa em Paz.
Não deixo.
Me esquece.
Não esqueço.
Fura daqui, se não vou falar merda.
Fala. Fala tudo e diz mais. Eu estarei aqui, se quiser rir. Se for para chorar, vou bater na sua porta e te abraçar, se quiser beijo só para sentir teu gostinho salgado. Lavou a alma? Ainda não. Vai para a chuva. Pula as ondas. Deita na areia. Finja ser um anjo. Super mulher. Não quero. Não queira. Construa castelos. Eu chutarei. Derrubarei, de brincadeira. Te ajudarei a reconstruir.

 Moraremos juntos? Somos um lugar. Não seja perfeito. Não quero.
Não desejo.
Seja bom, não seja.
Me deixa, não deixo.
Escrevi embaixo, assino do lado, eu não te deixaria virar sua vida de cabeça pra baixo.
Sinto muito. Não sinto não. Quero que você sinta, sempre muito. 




divulgar

1 comentário


Comentário(s) pelo Facebook:

Um comentário:

  1. Olá,
    Belo texto. "Tudo bem ficar louco de vez em quando, agir como lunático, querer jogar tudo para o alto. Fingir alegria e não sentir coisa alguma" é estranho saber que outras pessoas sinta o mesmo, parece tão peculiar de quem aos poucos pensa que esta enlouquecendo...

    ResponderExcluir