• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
06 maio 2016

Texto: Adeus

Imagem de ulzzang, asian, and girl

Estou indo embora pela ultima vez. Essa não será uma encenação do meu drama quando você dizia que eu não te valorizava, que eu era exagerada demais e exigia uma atenção que você não tinha tempo para me dar. Eu poderia ter perdoado seus últimos gritos. Poderia ter tentado para o seu lado bom, mas esse não se encaixa mais com o meu, não sendo mais nosso. Não existindo mais o nosso eu e você.
   
Estou desistindo dos seus beijos rápidos e breves na frente de um publico. Estou desistindo dos seus problemas que você jogava para cima de mim. Estou desistindo de cada foto e recordação que eu tinha guardado em uma das minhas agendas. Desisti das nossas músicas, dos seus sentimentos quando você parou de dar significado aos meus.

     Eu não tive escolhas. Você não me deu nada que eu pudesse resgatar. Se estou sofrendo mais do que estou sorrindo, então desisto. Preciso ficar mais inteira do que ter você pelas metades. Não adianta dizer que vai mudar, que ainda me ama e sempre amará, que precisa de mim para viver.  De promessas estou cheia. De dor eu transbordo. Estou saindo. Fechando a porta, apagando as luzes. Arrumei minhas coisas, coloquei tudo na mala. Deixei sua foto em cima da mesa da sala de estar, também deixei a chave extra que tinha para entrar no nosso ex-lugar.
  
Vamos evitar conversas fiadas. Evitar discussões que não resolverão mais nossos problemas. Estou indo embora como cheguei: desconfiada, sem saber de nada e esperando nada demais. Cresci com expectativas, preenchendo a casa e a deixando o mais limpa que conseguia. Porém, você sempre bagunçava, jogava tudo no chão e me culpava. Se sou tão irrelevante, agora sinta minha falta. Meu tempo acabou. As luzes foram apagadas. A chave ficou debaixo do tapete da porta.

Estou te expulsando de mim. Livrando-me de uma casa bagunçada. A verdade é que estou livre: de todo o acaso, de todos os males, do coração dolorido. Você ficou na parte mais fria de mim, um lugar pequeno e que eu espero, logo esquecido. Congelado no tempo, inebriado dos meus pensamentos.


divulgar

2 comentários


Comentário(s) pelo Facebook:

2 comentários:

  1. Bia que texto lindo, como sempre repleto de sentimento <3 parabéns !
    - beijos, Carol!
    https://entrehistoriasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir