• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
02 fevereiro 2018

Resenha: Escândalo de cetim #2, Loretta Chase



Título: Escândalo de Cetim (#2)
Série: As Modistas
Autora: Loretta Chase
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Ano: 2016
Sinopse: Irmã do meio entre as três proprietárias de um refinado ateliê de Londres, Sophia Noirot tem um talento inato para desenhar chapéus luxuosos e um dom notável para planos infalíveis. A loura de olhos azuis e jeito inocente é na verdade uma raposa, capaz de vender areia a beduínos. Assim, quando a ingênua lady Clara Fairfax, a cliente mais importante da Maison Noirot, é seduzida por um lorde mal-intencionado diante de toda a alta sociedade londrina, Sophia é a pessoa mais indicada para reverter a situação. Nessa tarefa, ela terá o auxílio do irmão cabeça-dura de lady Clara, o conde de Longmore. Alto, musculoso e sem um pingo de sutileza, Longmore não poderia ser mais diferente de Sophia. Se a jovem modista ilude as damas para conseguir vesti-las, ele as seduz com o intuito de despi-las. Unidos para salvar lady Clara da desonra, esses charmosos trapaceiros podem dar início a uma escandalosa história de amor... se sobreviverem um ao outro. Em Escândalo de Cetim, segundo livro da série As Modistas, Loretta Chase nos presenteia com um dos casais mais deliciosos já descritos. Além de terem uma inegável química, Sophia e Longmore são divertidos como o rodopiar de uma valsa e sensuais como um corpete bem desenhado.

Sophia Noirot é a irmã do meio das irmãs Noirot. Ela é responsável pelas vendas da Maison Noirot, e ela também escreve para o jornal local através de um pseudônimo , descobrindo os segredos da alta sociedade londrina.  Quando a ingênua Lady Clara Fairfax, a cliente mais importante do ateliê, é seduzida por um homem nada bom, Sophia foi escolhiada para reverter a situação e colocar juízo na cabeça de Lady Clara. Porém, ela terá a ajuda do irmão teimoso da Lady, o conde de Longmore. Se Sophia tem o poder de atrair qualquer dama para vesti-las, Longmore tem o intuito de seduzi-las. Esses dois trapaceiros embarcarão nessa aventura e se depararão com mais do que o desejo sexual.
Entretanto, ele foi gentil de um modo inesperado. Nem sempre homens eram gentis. Não que quisessem ser cruéis, mas estavam acostumados a ver o mundo girando de acordo com os próprios desejos que jamais percebiam quando ele girava e atropelava as mulheres. 

Eu estava mais do que ansiosa para a continuação de Sedução de Seda.  Porém, “Escandalo de Cetim” me decepcionou. Já que esperava mais química do casal do livro, porém a medida que eu mergulhava no drama, mais esperava aquela chama que percebi no primeiro livro. Longmore não me cativou nenhum pouco: ele fica encantado por uma mulher independente e que por ser alguém pratico demais, não quer nada sério, só curti-la. Sophia é tão independente, inteligente, mas se entrega tao rapidamente ao charme do conde, que não vi a história de amor sendo construída.Porém, temos uma boa aventura dos dois a fim de salvar lady Clara de um casamento infortunado.

Além disso tudo, Loretta Chase deu mais ênfase ao resgate de Clara do que a história dos dois personagens. Confesso que terminei a leitura e ainda continuo confusa quanto a minha opinião: gostei da Sophia, das aventuras, dos disfarces do casal, das briguinhas bobas que sempre resultam em amor; mas, o desfecho não me surpreendeu. O conde Longmore não me despertou muita empatia e não parece um parceiro ideal para Sophia, faltou carisma , meu querido.

 Diante disso, terminei o livro querendo que a personagem tivesse sido melhor aproveitada e desenvolvida ao longo do enredo. Por isso, mesmo tendo adorado o primeiro livro da série As Modistas e me decepcionado um pouco com esse, continuarei a leitura com esperança que eu adore "Volúpia de Veludo"( história da Clara).
Nota:★(3,5/5)


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário