• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
01 maio 2018

Resenha:Outros Jeitos de Usar a Boca, da Rupi Kaur


Outros Jeitos de Usar a Boca, da Rupi Kaur transborda sentimentos. Nus, crus, reais e humanos. De alegria e de dor. O livro é dividido em quatro partes: A Dor, O Amor, A Ruptura e A Cura.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀
Na primeira parte,“A Dor”, nos apresentada os sentimentos mais doloridos e vergonhosos. Abuso. Traumas. Medos. Violentos. Alguns poemas são diretos e até assustadores, sem filtro no que é contado.Uma parte extremamente difícil, mas necessária, onde nos é evidenciado o quanto nosso corpo é violado por quem menos esperamos, tratadas como produto e desreipeitadas pelo uso.
 ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀
“só o fato de ser mulher
dizer que sou

mulher

me faz absolutamente plena
e completa”



O Amor e A Ruptura contarão o inicio e o termino de um relacionamento. Onde os sentimentos são aflorados e de outro lado destruídos.A ultima parte, “A Cura”, foi uma das minhas partes favoritas do livro: Rupi empodera as mulheres de uma forma grandiosa.Onde, nós, mulheres, temos direito a ser quem quisermos, fazer o que quisermos com nosso corpo, nos descobrir e nos amar a medida que nos conhecemos. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀


Um livro para ser lido e relido. Para ser discutido e compartilhado. E que deve ser comentado e compartilhado. Ser voz e força das mulheres desse mundo. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀
"eu tive que ir embora

eu estava cansada

de deixar que você

me fizesse me sentir
qualquer coisa
menos que inteira"


Esse livro traz poemas tocantes, que com poucas palavras são capazes de empoderar as mulheres. Terminei o livro me sentindo mais forte, mais segura e certa que posso superar qualquer obstáculo. Assumir os cacos, as desconfigurações é parte da identidade e isso é liberdade.


"eu sei que é difícil
acredite

eu sei que parece

que amanhã não vai chegar nunca
e que hoje vai ser o dia
mais difícil de aguentar
mas eu juro você vai aguentar
a dor passa
como sempre
se você der tempo à dor e
deixar só deixar
pra lá
devagar
como uma promessa que se quebra
deixa pra lá"


Nota:★(5/5)



divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário