• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
21 março 2014

E se ...



     Por Bia Leite

  Ando melancólica. Dispersa em meus pensamentos e tentando dar novas chances ao meu futuro, querendo perdoar o passado. Eu sei que destino não se muda.

    Imagina se não tivesse me apaixonado aos 14, se aquele beijo não tivesse acontecido. Se eu tivesse cumprido minhas metas desde criança. Se eu tivesse escutado minha amigas quando me diziam que aquele garoto não valia nada, que não tínhamos nada a ver e ele só queria brincar com você.

    O que teria acontecido se você tivesse sido mais forte, menos boba , quando pessoas que você considerava sua família te apunhalavam pelas costas. Imagine se você não tivesse chorado tanto naquele primeiro ano sozinha. Se você não tivesse perdido sua melhor amiga.

    Se , se , se...  Eu imagino e continuo a pensar o que teria acontecido comigo hoje. Será que eu seria tão fria? Tão dura? Ainda tão ingênua? Será que eu choraria menos, e seria mais feliz? Mas eu sei que precisou acontecer. Precisei mudar para me aguentar as perdas e dores e seguir em frente.

    Se nada disso não tivesse acontecido, eu não teria encontrado aquele cara dos olhos verdes que me acha incrível, ou não teria uma melhor amiga tão irmã como a que hoje tenho. Não teria voltado às antigas amizades. Não teria lutado mais pelos meus sonhos. Não seria tão independente e não estaria morando sozinha na cidade grande.

    Não seria, mas foi. Não estava nos planos, mas aconteceu. De repente, tudo mudou. Ainda tenho medo de mudanças. Medo que a monotonia volte. Anseio por coisas novas todos os dias e sei que terei forças o suficiente para conquistar o que achei impossível.  

           Sei que não estou mais tão sozinha. Nem sou tão frac . Nem tão frágil. Ainda tenho cara de menina, mas meu coração é crescido. Minha mente já começou a amadurecer e minha vida... Bem, comecei a dar os primeiros passos em direção aos meus sonhos. Crescemos com medo, mas mudamos para o melhor. Só basta acreditar que o dia seguinte, tudo poderá ser diferente.


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário